segunda-feira, 18 de abril de 2016

E a mancha de sangue só aumenta ...


Todo poder emana do povo.
O povo elegeu Dilma Rousseff presidente do Brasil,
e os corruptos querem tomar o poder a força.

Ontem nossos digníssimos representantes deram mais uma facada na democracia. Assim como no interior se esfaqueia um animal para abatê-lo e retirar suas víceras o fizeram. Ontem foi a primeira facada.

Os diversos parlamentares num show ridículo de plaquinhas e gritos, indigno da seriedade da casa legislativa que é, criaram um grande circo, onde por atuações memoráveis de alguns (quase dignas de um estatueta do Oscar) aprovaram um processo de impedimento com provas irreais. A pior parte que o show valeu como oficial.

Registro logo de início minha satisfação aos que votaram não, e também aqueles que com responsabilidade se abstiveram do voto em respeito a constituição e a seu mandato eleito, como alguns parlamentares do PP.

A maioria dos nobres deputados evocaram a constituição, vontade do povo, democracia, família etc, e disseram sim a abertura do processo de impedimento, mas vamos as seus argumentos um a um:

1) Constituição
Em seu artigo primeiro parágrafo primeiro a constituição federal nos diz:
"Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição"

Os representantes estavam lá, mas não fizeram representar o povo. O povo foi a ruas contra o impedimento, e estava nas ruas durante a votação. Foram feitas as vontades da política que vergonhosamente cerceou os parlamentares de honrar a vontade de sua base eleitoral, com a ameaça de punição, visto a determinação do Partido Progressista - PP.

REGISTREMOS O PARTIDO PROGRESSISTA COMO INIMIGO DA DEMOCRACIA.

Diversos deputados tiveram honra e romperam com determinações dos partidos e votaram diferente. Independente de seu voto ser político ou do povo estes homens e mulheres merecem respeito. Foram homens e mulheres o suficientes para dizer não ao golpe contra a liberdade de expressão e de voto livre. (não confundamos com o golpe que vem junto ao processo de impedimento)

2) A vontade do povo foi ignorada, pois como já foi dito pelo menos metade da população era contra, e não se viu metade dos votos.

Deveriam ser mais ou menos uns 250 votos a favor e uns 250 votos contra para ser fiel ao retrato da vontade do povo brasileiro. Os 367 votos a favor, 137 votos contra, 07 abstenções e 02 ausências definitivamente não expressaram a vontade do povo que foi as ruas, sequer aos que ficaram em casa assistindo pela TV.

3) A Democracia vem sendo violada há meses quando se questiona o mandado legitimamente  firmado pelo voto direto.

Busca-se pelo impeachment a tomada do poder de forma indireta, onde o PMDB governaria até o fim do mandato, quando por eleições diretas previstas as novas forças do governo buscariam a eleição legalizada.

Resumindo, pela estratégia se ganha o poder com um golpe, visto a circunstancia ilegal para a instalação do impeachment, e se ratifica o golpe por eleições diretas. Para tal utilizou-se:

a) criação de prova, e mobilização para o impeachment da presidente eleita;
b) desqualificação todos os benefícios dos governos do PT;
b) atribuição da crise econômica nacional (cíclica do capitalismo, presente no mundo inteiro) a má gestão do PT;
c) atribuição das manchas de corrupção da maioria dos parlamentares que aprovaram o impeachment somada aos do Vice-Presidente a Presidente que é do PT;
d) acusação do líder máximo do PT de crimes não comprovados, visando retirá-lo do pleito em 2018, quando o presidente da Câmara de Deputados imerso da lama da corrupção conduz o processo de impedimento.

Em resumo o PT é tudo de ruim, apesar de ter sido o único partido do país, que quando governo prendeu os seus filiados. Nunca se combateu a corrupção ainda que de forma rasa nesse país, antes do PT, e leia-se a república velha, o golpe de Getúlio, os militares, a abertura política das diretas, e governo PSDB.

Lembremos que o mensalão era a ferramenta de corrupção do PSDB, nasceu lá. No PT ele ganhou corpo e visibilidade, mas o filho feio é do PSDB, o PT só cevou e abateu.

A debandada de militantes do PT para outros partidos é a prova da batalha do PT contra a corrupção no seio de sua base. Com a preferencia da justiça brasileira parcial, que só prende o PT,  "Estar no partido é risco de investigação, e é melhor sair para não ser pego", e essa foi a ideia dos muitos que saíram.

No final a única fala que não pode ser contestada é sobre a família, pois cada um conhece a sua. E família é coisa séria. Esquecer de mencionar um dos filhos ofende, vide o deputado que voltou a tribuna para registrar o nome do filho que ele esquecera.

É uma piada esse nosso congresso nacional. Tenho vergonha dele. O Brasil é maior que tudo isso, e como nativo daqui tenho honra de minha certidão de nascimento e cédula de identidade onde se lê República Federativa do Brasil.

No mais o circo continua, e como no BBB Dilma foi para o paredão, mas muita gente volta de lá. Vejamos se ela consegue, pois não depende de nós. Estamos de mão atadas. Nossos ilustres DESrepresentantes decidirão tudo por nós, DESrespeitando nossa vontade nas urnas, e nas ruas.

Deveria ser repeitada a palavra "diretamente" do artigo primeiro parágrafo primeiro da constituição federal. No mais continuemos na luta, pois o Brasil é nosso não dos palhaços num picadeiro em Brasília. Lembrando que nesse picadeiro 144 atores eram de alta linha, e tentaram domar as feras da corrupção, merecem meu respeito e o tem.

#naovaitergolpe, #vaiterluta,  #forçaDilma,

Nenhum comentário :

Postar um comentário